Covid-19

"NÃO TEMOS PREVISÃO DE QUANDO VOLTAREMOS", DIZ ROCIOLI

Se na Capital a pandemia diminui, no interior ela avança e não há previsão de retorno das excursões para o padre Marcelo Rossi.
Por: Da Redação | Categoria: Rocioli Viagens | 29-06-2020 12:15 | 454
Frequentadores no Santuário Mãe de Deus, em São Paulo (SP)
Frequentadores no Santuário Mãe de Deus, em São Paulo (SP) Foto de Divulgação

"É frustrante para nós que organizamos tanto quanto para o público que almeja viajar e não pode". Assim define Thiago Rocioli, responsável pelas caravanas para o padre Marcelo Rossi em parceria com a Mendes Turismo sobre o adiamento das viagens em função da pandemia do Covid-19.  O comunicador da Rádio Imperador, realizava excursões frequentemente para o Santuário Mãe de Deus, o Santuário do Padre Marcelo Rossi, em São Paulo (SP), que está fechado desde março, atendendo a uma solicitação das autoridades sanitárias, por causa da pandemia.  

"Em seu programa de rádio, o padre sempre diz: "Prudência, Sabedoria, Paciência e com Alegria venceremos a pandemia". A cada amanhecer, precisamos renovar a nossa fé, o nosso entusiasmo e a esperança. É tempo de nos cuidar, de fazer uso de álcool gel e máscara. É tempo de obediência e equilíbrio para, quando for possível, retomar a nossa vida", disse Thiago. 

Desde abril de 2018, quando nasceu a parceria com a Mendes Turismo, ele realizava viagens com destino ao Santuário do Padre Marcelo. Com a pandemia do Covid-19, todo o cronograma de viagens (21 de março, 18 de abril, 23 de maio, 25 de julho, 23 de setembro e 21 de novembro) foi alterado.

Chegou-se até a cogitar o retorno de fiéis ao Santuário sete meses após ele ser fechado para o público. Em outubro, segundo fontes ouvidas pela reportagem que prefereriram nao se identificar, seria possível acolher as caravanas. A informação não foi confirmada pelo Santuário Mãe de Deus.  

"Infelizmente não temos uma previsão de quando retornaremos. Acreditamos que assim como foi para as igrejas de Franca (SP), a entrada para o Santuário será restrita. O que levará a um agendamento prévio para que eles tenham controle de público", disse o organizador das excursões, Thiago Rocioli. No cronograma divulgado por ele, a próxima excursão será realizada com os passageiros que deveriam ter ido em 21 de março, porém o Santuário foi fechado na semana anterior. "Disponibilizaremos álcool gel  solicitaremos a todos os passageiros o uso obrigatório de máscara", completou Rocioli.