Síndrome de Burnout

SÍNDROME DE BURNOUT: A SÍNDROME DO TRABALHADOR

A Síndrome de Burnout é um problema de saúde que afeta milhões de indivíduos nos tempos atuais.
Por: Da Redação | Categoria: Artigos | 23-05-2021 00:00 |
Cuide de sua saúde mental, se necessário procure ajuda psicológica para entender o que esses sintomas e situações estão lhe causando, o motivo pelo qual você se sente tão esgotado, se tem realmente a ver com o trabalho ou com fatores relacionados a sua vida pessoal
Cuide de sua saúde mental, se necessário procure ajuda psicológica para entender o que esses sintomas e situações estão lhe causando, o motivo pelo qual você se sente tão esgotado, se tem realmente a ver com o trabalho ou com fatores relacionados a sua vida pessoal Foto de Reprodução

Você sabe o que é Síndrome de Burnout? Já ouviu falar sobre esse problema que vem acometendo nossa sociedade? O trabalho é um dos aspectos mais importantes das nossas vidas. É através dele que servimos ao mundo, que encontramos uma maneira de ser útil e adquirimos recursos para as outras áreas da vida. Porém, ele pode ser nocivo também, podendo levar prejuízos a sua saúde mental.

A Síndrome de Burnout é um problema de saúde que afeta milhões de indivíduos nos tempos atuais. Se caracteriza por um esgotamento físico e mental causado necessariamente pelo trabalho. Um em cada três trabalhadores vão apresentar problemas relacionados à Síndrome de Burnout em algum momento de sua vida.

Esta síndrome aparece quando o trabalho do indivíduo está desempenhando um papel depreciativo na vida do trabalhador. Se caracteriza pela presença de estresse, esgotamento físico e mental, desmotivação profissional e na vida em geral, irritabilidade, agressividade, ansiedade e apatia. Todos esses fatores podem também causar insônia, alteração na pressão arterial, falta de concentração e memória, dificuldade para desempenhar o próprio trabalho, tristeza e isolamento. Também pode gerar ou intensificar quadros de dependência química ou outras dependências (compras compulsivas, jogos).

Algumas das causas para o desenvolvimento da Síndrome de Burnout em um indivíduo são: 1. Desequilíbrio nas principais funções da vida: excesso de trabalho com fatores estressores e falta de fatores protetivos (descanso, lazer, alimentação adequada); 2. Falta de reconhecimento no trabalho de chefes e colegas; 3. Falta de cooperação entre os trabalhadores do local em questão; 4. Competitividade e autocobrança excessiva; 5. Falta de sentido no trabalho que executa. 6. Muitos projetos para pouco tempo; 7. Executar muitas funções ao mesmo tempo; 8. Assédio Moral; 9. Carga horária excessiva (mais de 8 horas por dia); 10. Trabalhos sem estruturas e condições mínimas para a execução do mesmo.

Algumas profissões tem maiores tendências a apresentar essa Síndrome, como é o caso de médicos, professores, bombeiros, policiais, enfermeiros e cuidadores. Além desses estão também entre o grupo de risco trabalhadores que costumam fazer plantões extensos e que trabalham em serviços essenciais. O home office também se apresenta como fator de risco para o desenvolvimento de sintomas ligados à Síndrome de Burnout, já que geralmente nesses casos, os horários ficam confusos e ilimitados.

Se você reconhece alguns desses sintomas ou situações em sua vida aqui vão algumas dicas para lidar com esse problema: 1. Organize sua rotina de forma que consiga administrar seu tempo de uma maneira adequada, criando espaço em seu dia a dia para o lazer e descanso; 2. Dedicar tempo para estar com sua família e com seus amigos; 3. Pratique algum exercício físico regularmente pelo menos alguns minutos ao dia; 4. Tenha um tempo para se alimentar, não divida esse momento com outras funções; 5. Cuide do seu sono, durma pelo menos 8 horas por noite; 6. Tenha momentos para fazer atividades relaxantes.

Cuide de sua saúde mental, se necessário procure ajuda psicológica para entender o que esses sintomas e situações estão lhe causando, o motivo pelo qual você se sente tão esgotado, se tem realmente a ver com o trabalho ou com fatores relacionados a sua vida pessoal. A ajuda profissional pode lhe auxiliar a entender o que está acontecendo com você, encontrar estratégias ou mesmo soluções para este problema.

Marina Gotardo Ribeiro é Psicóloga. CRP 06/135303