Vacina

METADE DOS FRANCANOS RECEBERAM 1ª DOSE

Mesmo sofrendo atrasos por várias vezes no recebimento de lotes de vacinas, a cidade já aplicou 231.316 doses contra o novo coronavírus
Por: Da Redação | Categoria: Franca e Região | 19-07-2021 01:53 |
A vacinação desta faixa etária que representa a terceira maior fatia do público à espera dos imunizantes
A vacinação desta faixa etária que representa a terceira maior fatia do público à espera dos imunizantes Foto de Arquivo/Portal do Rocioli

Reportagem publicada nesta segunda-feira (19) pelo Portal GCN dá conta de que metade da população de Franca (SP) recebeu pelo menos a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

Mesmo sofrendo atrasos por várias vezes no recebimento de lotes de vacinas, a cidade já aplicou 231.316 doses contra o novo coronavírus. Segundo o último levantamento da Secretaria de Saúde, 181.398 pessoas receberam a primeira dose ou dose única e 49.921 tomaram a segunda dose.

LEIA TAMBÉM:
Confira a lista de empregos de hoje

A população adulta de Franca (acima de 18 anos) é de 257.011 pessoas, correspondendo a uma imunização 70,6% com a primeira dose, e 19,45% com a segunda dose. A população geral de Franca é de 343.801 habitantes. Desse total, 86.695 são pessoas de 0 a 18 anos, que ainda não estão sendo vacinadas.

A campanha começou com a vacinação de idosos, somando um total de 89.935, sendo 56.578 com a primeira dose e 37.837 idosos acima de 65 anos foram totalmente imunizados. Neste sábado (16), a cidade começou a vacinar pessoas na casa dos 34 anos ou mais. A vacinação desta faixa etária que representa a terceira maior fatia do público à espera dos imunizantes, com estimativa de 27.255, segundo o Seade (Sistema Estadual de Análise de Dados), continua nesta segunda-feira (19). A faixa etária com maior público a ser vacinado, é de 18 a 24 anos, público estimado em 30.409.

AINDA NÃO É O IDEAL

Mesmo com metade da população adulta já vacinada com a primeira dose em Franca, o médico epidemiológico da Vigilância Epidemiológica do Município, Homero Antônio Rosa Júnior, lembra que o ideal é atingir os 80% das pessoas vacinadas.

“O quantitativo de pelo menos metade da população adulta de imunizados contra a covid em Franca nos faz entender que existe um grande avanço da proteção da população. O objetivo é imunizar cada um dos cidadãos, mas ao mesmo tempo a proteção coletiva também. Com o vírus encontrando menos pessoas suscetíveis a serem infectadas, ele vai se tornando cada vez menos potente, menos infectante. Quando tudo estiver mais controlado, com pelo menos 80% da população imunizada, nós vamos lidar com um vírus mais enfraquecido, o que poderia se tornar um surto e não uma epidemia global como está sendo essa pandemia de agora.”