Economia

COMÉRCIO ONLINE IMPULSIONA VENDA DE CALÇADOS

Estima-se que 60% a 70% das encomendas despachadas são calçados. Com base nestes dados, apenas nos Correios, por volta de 36 mil pares de sapatos saem do município todos os dias
Por: Da Redação | Categoria: Franca e Região | 19-07-2021 02:00 |
Estima-se que 60% a 70% das encomendas despachadas são calçados. Com base nestes dados, apenas nos Correios, por volta de 36 mil pares de sapatos saem do município todos os dias
Estima-se que 60% a 70% das encomendas despachadas são calçados. Com base nestes dados, apenas nos Correios, por volta de 36 mil pares de sapatos saem do município todos os dias Foto de Reprodução

A pandemia da Covid-19 fez muita coisa mudar no perfil do consumidor, inclusive a maneira de comprar. Com as restrições impostas pelo combate ao vírus, o comércio precisou, por muito tempo, fechar as portas e proibir a entrada de clientes no interior da loja. As vendas pela internet foram a saída encontrada por muitos empresários do setor calçadista.

LEIA TAMBÉM:
Confira a lista de empregos de hoje

Cortador, frentista e setor administrativo, Lucas Lespinasse Sousa, de 31 anos, atuou em diferentes funções antes de concentrar os esforços nas vendas on-line. Desde 2004 na indústria calçadista e 2012 no mercado digital, o francano vende em média 350 botas texanas por semana nas plataformas Mercado Livre, Magalu, Dafiti e Shopee.

Pai de dois filhos, Lucas consegue sua renda exclusivamente pela internet, além de pagar outros cinco funcionários para ajudar em todos os processos. "O contato com o cliente final aumenta a margem de lucro. A reciprocidade dos clientes é de forma direta. Temos controle sobre nossa produção. Riscos praticamente zero em calotes", explica.

Acostumada com as salas de aula, a professora Katia chega a vender 700 pares - masculino, feminino e infantil - por semana, no Mercado Livre, Magalu, Netshoes e Dafiti. Casada e mãe de dois filhos, a moradora do Jardim Ângela Rosa trabalha há sete anos no mundo digital.

DADOS

De acordo com levantamento realizado pelo ComEcomm (Comitê de Líderes de E-Commerce), cerca de 60 mil pedidos/dia são enviados às agências do Correios de Franca. Estima-se que 60% a 70% das encomendas despachadas são calçados. Com base nestes dados, apenas nos Correios, por volta de 36 mil pares de sapatos saem do município todos os dias.

Segundo William Israel, presidente do ComEcomm, o mercado digital foi a forma encontrada por muitas pessoas de voltar ao mercado de trabalho. "Muitas pessoas se lançaram no empreendedorismo até por uma questão de necessidade, uma vez que perderam empregos devido às crises recentes e encontraram nas vendas online, uma alternativa não somente de sobrevivência, mas sobretudo de prosperidade", explica.