Política

EM CERIMÔNIA RESTRITA, VEREADORES TOMAM POSSE HOJE

Os 15 eleitos em 15 de novembro tomam posse às 10 horas na Câmara Municipal.
Por: Thiago Rocioli | Categoria: Cotidiano | 01-01-2021 06:53 | 84
Com Câmara renovada, vereadores terão mandato de quatro anos após pleito de 15 de novembro
Com Câmara renovada, vereadores terão mandato de quatro anos após pleito de 15 de novembro Foto de Reprodução

Em solenidade restrita devido à pandemia do coronavírus, os 15 vereadores eleitos em 15 de novembro tomam posse hoje (1) para o mandato de 2021 a 2024. No último pleito, apenas cinco conseguiram a reeleição. Outros três não concorreram novamente ao cargo. Lindsay, vereadora mais bem votada, comanda os trabalhos na cerimônia desta sexta-feira, sendo a responsável para empossar o prefeito e o vice Everton de Paula.

Para evitar aglomerações, a solenidade contará exclusivamente com a presença das autoridades que tomarão posse, além de Gilson de Souza (DEM), que deixa o cargo de prefeito.  

PRIMEIRA REUNIÃO

Uma vez empossado, Alexandre Ferreira (MDB) seguirá para a prefeitura para a primeira reunião com o seu secretariado (conheça a equipe clicando aqui). Já os vereadores permanecem no plenário para a escolha da nova Mesa Diretora da Câmara. Claudinei da Rocha (MDB) e Carlinho Petrópolis (PL) disputam a principal cadeira do Legislativo.  

VEREADORES ELEITOS 

Lindsay Cardoso (Cidadania), de 34 anos completados hoje (1), a propósito, foi a vereadora com mais votos - 3.284 - nas eleições 2020. Ela é divorciada, natural de Franca e trabalha como confeiteira; 

Donizete da Farmácia (MDB), de 58 anos, foi o segundo mais votado com 3.283 votos, vai para o quarto mandato no Legislativo municipal. Ele é casado e farmacêutico;

Luiz Amaral (Republicanos), de 55 anos, obteve 2.924 votos. Natural de Paracambi (RJ), casado e pastor da Igreja Universal do Reino de Deus;

Daniel Bassi (PSDB) é o vereador mais novo a ser eleito nesta eleição aos com 29 anos. Ele é solteiro e obteve 2.592 votos. O advogado foi assessor do deputado estadual Roberto Engler (PSB);

Carlinhos Petrópolis da Farmácia (PL), de 39 anos, foi reeleito com 2.577 votos. Ele é casado e trabalhou 16 anos no setor farmacêutico;

Zezinho Cabeleireiro (PP) foi eleito vereador pela terceira vez. Com 2.273 votos ele volta à Câmara após ficar um mandato fora. Casado, natural de Coqueiral (MG), com 58 anos de idade, ele trabalhou como sapateiro, foi gerente da Emdef e é cabeleireiro;

Claudinei da Rocha (MDB), de 52 anos, conseguiu o terceiro mandato consecutivo como vereador na cidade, totalizando 1.921 votos. Ele é casado tendo trabalhado em bancas de pesponto. Claudinei é diácono da Igreja Assembleia de Deus;

Ronaldo Carvalho (Cidadania) foi eleito pela primeira vez com 1.908 votos. Casado, natural de São Paulo e tem 50 anos. Ele foi encanador, soldador e cabeleireiro e ligado à Renovação Carismática Católica; 

Ilton Ferreira (PL), obteve 1.842 votos. Casado, com 52 anos, foi pedagogo e professor de música. Natural de Franca, ele foi conselheiro tutelar por seis anos;  

Kaká (PSDB), de 60 anos, foi reeleito com 1.635 votos, perdendo 4.435 votos em relação à eleição passada quando obteve 6.070 votos. O francano ficou conhecido pela sua ligação com a assistência social e luta contra a dependência química; 

Gilson Pelizaro (PT) de 54 anos, foi eleito para o seu quinto mandato (não consecutivos) com 1.565 votos. Após 16 anos sendo um dos representantes da população ele volta a ocupar uma cadeira na Câmara. Natural de Cristais Paulista;  

Pastor Palamoni (PSD), de 53 anos, foi reeleito com 1.559 votos. Ele é pastor da Igreja Evangelho Quadrangular e encerra o mandato como presidente da Câmara;

Marcelo Tidy (DEM), de 51 anos, foi eleito com 1.424 votos. Será a primeira vez que ele ocupará uma cadeira no legislativo; 

Della Motta (Podemos), obteve 1.411 votos. Tenente da policial militar aposentado, natural de Caconde (SP), o vereador contou com o apoio de policiais veteranos da cidade na reeleição; 

Lurdinha Granzotte (PSL), 55 anos, é servidora pública municipal obtendo 1.220 votos. Ela é filha do ex-vereador José Granzotte, que ocupou o posto nos anos 1980 em dois mandatos.